Mês: <span>março 2017</span>

Como estabelecer e manter um relacionamento amoroso confiante e saudável

Como terapeuta de casal tenho vivenciado juntos aos mesmos diversos conflitos e dificuldades. A partir desta rica experiência clínica, resolvi descrever neste artigo algumas questões importantes que compõe o universo conjugal, e que devem ser renegociadas e discutidas para melhoria de sua vida conjugal.

Quando vivenciamos algum problema,  crise ou conflito, muitas vezes não conseguimos encontrar soluções, caminhos, novas possibilidades, e enxergar uma luz no fim do túnel, pois ficamos abalados e nossas emoções atingem um nível alto demais, para conseguirmos racionalizar e enxergar novos caminhos. É neste  momento, que a terapia de casal surge como uma grande possibilidade; pois tem como objetivo oferecer: uma comunicação mais clara e empática, uma visão mais compreensiva sobre as  vivências do presente e do passado, a construção de um espaço terapêutico, onde ambos consigam dizer o que pensam e ouvir a opinião do outro, e assim conhecer os pensamentos e sentimentos de seu parceiro, bem como reacordar os limites da relação para que o respeito seja mantido, possibilitar também o restabelecimento gradativo e necessário entre conjugalidade e individualidade, a fim de que cada um possa se sentir livre e pleno, construir e/ou redefinir os objetivos e projetos comuns, efetivar verdadeiramente um clima mais amoroso e consequentemente o aumento da intimidade, reestruturar gradativamente a confiança e a admiração, fundamentais para qualquer relação.

Com base nestas, e em  outras questões pertinentes à conjugalidade, o (a) terapeuta de casal, através de suas técnicas, imparcialidade e racionalidade, poderá trazer uma visão diferenciada e ampliada ao conflito manifesto e assim, ajudar o casal a desenvolver novos pensamentos, sentimentos e consequentemente emitir comportamentos mais assertivos e a partir disto, construir vínculos afetivos mais saudáveis e felizes.

Autismo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento. Isso significa que esta é uma …

Dependência química: a doença dos vínculos e a importância da família no tratamento

Vínculos frágeis entre o jovem e as fontes primárias de socialização: família, escola, e amigos, são fatores de risco …