Terapia Familiar

Terapia Familiar

Em decorrência da globalização, que vem influenciando bruscamente o cotidiano de nossas famílias, onde se intensificam valores como os da competição, do consumo desvairado, da banalização da violência, do individualismo, do vale tudo para se conseguir o que se quer, da desigualdade social, da fragilidade dos vínculos e do prazer imediato. E tudo isto têm seus reflexos na vida cotidiana de nossas famílias, e que acabam por desorientar as pessoas que são responsáveis por transmitir valores éticos e morais, limites hierárquicos definidos, crenças positivas para as novas gerações, tais como: respeito ao outro, coragem para lutar por seus ideais, consciência individual e social, equilíbrio emocional, solidariedade, aspectos  fundamentais para um ser humano crescer saudável físico e emocionalmente.

A ausência destes valores e de uma comunicação eficaz entre pais, somados ao atual cenário social e econômico descrito, tanto de falta, como de excesso, vulnerabilizam e possibilitam ações destrutivas como a violência intra e extra familiar, o desenvolvimento de doenças, bem como o uso de drogas, tão disseminadas em todas as classes sociais.

E neste complexo cenário social, entra a terapia familiar que objetiva orientar, esclarecer dúvidas, e ajudar às famílias na resolução de seus conflitos, ajudar aos pais na educação de seus filhos rumo a uma vida saudável e feliz.

Autismo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é considerado um transtorno do neurodesenvolvimento. Isso significa que esta é uma …

Dependência química: a doença dos vínculos e a importância da família no tratamento

Vínculos frágeis entre o jovem e as fontes primárias de socialização: família, escola, e amigos, são fatores de risco …